Os três principais lançamentos da semana: Horizon Zero Dawn, Legend of Zelda: Breath of the Wild e 1-2 Switch.

Lançamentos da Semana! 26/02 – 04/03

Essa semana agradou Sonystas e Nintendistas! De um lado temos um dos exclusivos mais esperados para o PS4. Do outro, o lançamento de um novo console: O Nintendo Switch. E é claro que com isso, temos também novos jogos, incluindo o tão aguardado The Legend of Zelda: Breath of the Wild! Então vamos deixar de conversa e partir pros lançamentos da semana!


Horizon Zero Dawn (PS4)

Alloy, heroína de um dos lançamentos da semana, de frente para um monstro robótico.

Desde seu anúncio, Horizon: Zero Dawn chamou a atenção pela ambientação “pós pós-apocaliptica”. Com uma sociedade tribal, uma heroína caçadora e animais robóticos, todo esse mundo é um grande mistério. E descobrir o que houve com este mundo é parte tão importante do enredo quanto a jornada de Alloy, a heroína do game.

Você acompanha a história de Alloy desde sua infância, até o momento em que ela se torna uma caçadora. E em certos momentos, você pode até selecionar as falas da personagem, o que de certa forma ajuda a definir sua personalidade, e aproximar ainda mais o jogador da heroína.

Já na maior parte do tempo, você tem é que mostrar a sua habilidade com o arco a flecha, principal arma do game. As máquinas surgem em todas as formas, tamanhos e com diversas habilidades, e para te deixar em pé de igualdade, você também tem uma árvore de habilidades bem robusta para evoluir. Para te ajudar, também é possível desacelerar o tempo, auxiliando na hora de mirar nos pontos fracos das criaturas.

Alloy em uma montaria, apontando seu arco para um inimigo.

Há ainda liberdade o bastante para permitir que você aborde os combates de formas variadas. Existem armadilhas para deixar no cenário, e até a possibilidade de derrubar os inimigos furtivamente.


The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U / Swich)

zelda-1

A essa altura vocês já viram as notas, as imagens e as notícias. Sim, Breath of the Wild é um dos games mais bem avaliados dos últimos tempos,  e curiosamente, também é o que mais se afasta da já tradicional fórmula da série.

Aqui você encontrará um mundo aberto impressionante, e que te dá inúmeras razões para explorar. As tradicionais dungeons são encontradas em menor número, mas existem diversos santuários, que te recompensam com itens para aumentar a vida e a stamina de Link. Pois é, o herói agora tem um medidor de vigor, que define o quanto Link pode correr, escalar e até mesmo lutar.

E não é só nesse medidor que você deve ficar atento nos combates, as armas agora tem uma duração, a la Dark Souls. Se ela quebrar na hora errada, você fica vulnerável por alguns segundos, o que pode ser fatal, já que essa Hyrule é bem mais impiedosa e o nível de dificuldade está mais alto.

zelda-2

Algumas coisas ainda se mantém fiéis aos elementos da série, existem vários tipos de puzzles para serem resolvidos, bosses para enfrentar e, por algum motivo, mesmo com o elenco principal de personagens sendo dublados, Link continua mudo. Certas coisas não mudam nunca. Ah, e vale o aviso, mesmo com todos os elogios e notas altas merecidíssimas, The Legend of Zelda: Breath of the Wild sofre com um problema: Queda de frames, que parecem se tornar menos frequentes no modo portátil do Switch.


1, 2, Switch (Switch)

1-2-1

Com o lançamento de um novo console, a Nintendo também tentou emplacar um novo Wii Sports. Um dos games de maior sucesso do Wii. A receita é semelhante, com uma série de minigames que exploram as funcionalidades novas do console.

A grande diferença, é claro, é que os minigames são mais focados no humor, e com uma variedade grande de atividades. É sério, tem de tudo! Você pode se ver em um duelo de velho oeste, tendo que sacar seu joy-con ao sinal do game, ou em um embate de bruxos, soltando magias com uma varinha mágica.

A variedade é interessante, porém nem todos os minigames devem ser um sucesso e agradar a galera. Em um, por exemplo, você deve simular que segura um bebê, e ficar em silêncio! Que tipo de party-game exige que os jogadores fiquem em silêncio? Já outros demonstram bem a capacidade do Switch, como o que te desafia a descobrir quantas bolinhas imaginárias estão dentro de uma caixa, só pelo poder da vibração do Joy-Con.

1-2-2

Mas ei, mesmo que você não se interesse tanto pela maioria dos minigames, vale conferir 1-2 Switch pelo potencial de sacanear os amigos. Seja fazendo eles ordenharam uma vaca virtual, ou sacodir uma garrafa de refrigerante com movimentos… sugestivos.

Deixe uma resposta