Injustice 2, Fire Emblem Echoes e The Surge, os lançamentos da semana.

Lançamentos da Semana! 14/05 – 19/05

E só tem porrada nos lançamentos desta semana! De super heróis, a campos de batalha, tem pra todos os gostos. Então bora conferir tudo logo.


Injustice 2 (PS4, Xbox One)

injustice-2-screenshot-1

A NetherRealm nos leva de volta à realidade paralela do universo da DC com Injustice 2. Ambientada anos após os eventos do primeiro game, a história segue o padrão de aliados improváveis se unindo contra uma ameaça maior. No caso, Batman e o Super-Homem desta realidade, um tirano que está preso, irão enfrentar Brainiac, um dos maiores inimigos do Supes.

Como uma sequência, Injustice 2 acerta em todos os quesitos necessários. A jogabilidade está mais ágil,  mas sem se tornar menos acessível. O número de personagens está ainda maior, com novidades como a Supergirl, o Flash Reverso e o Lanterna Vermelho. Outra adição é a personalização dos lutadores, com loot que você ganha ao final das lutas. Os equipamentos não são apenas modificações estéticas, já que vários itens de armaduras ou armas também rendem bônus aos atributos dos personagens. Mas pode ficar tranquilo que isso não vai desequilibrar as partidas online, já que ambos os jogadores precisam decidir se os modificadores funcionarão ou não.

O conteúdo ainda conta com um novo modo chamado Multiverse. Nele você pode escolher entre várias batalhas com condições diferentes, e de acordo com seu desempenho, mais loot será dado ao personagem.


The Surge (PC, PS4, Xbox One)

the_surge_in_game_screen_pre_e3_1

Que a série Dark Souls criou um gênero próprio é inegável, quer você chame de Soulslike ou soulsborne (os dois horríveis), ela deixou sua marca. E com a marca, é claro que surgem incontáveis outras produtoras querendo se estabelecer no gênero ou ainda inovar mais no estilo. Em 2014 a Deck13 Interactive lançou Lords of the Fallen, um dos games neste estilo que foi considerado apenas, competente.
Agora, dois anos depois eles resolvem deixar para trás a ambientação medieval com The Surge, um Soulsborne em todas as suas características, mas em um universo de ficção científica.

Continuam presentes a barra de stamina, os pontos de experiência, aqui chamados de sucata, e principalmente o constante medo de morrer e perder toda a sua experiência. Porém a forma de conseguir itens aqui é um pouco mais brutal. Durante os combates você pode escolher um membro específico do seu adversário para atingir, e com alguns golpes especiais é possível desmebrá-los. Aí, como uma ótimo exemplo de reciclagem e reaproveitamento, você obtém a arma ou parte de armadura equipada no antigo membro do seu inimigo, o que deve garantir uma camada extra de estratégia aos combates.


Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia (3DS)

fire-emblem-echoes-screenshot-1

A mais nova adição à série Fire Emblem é um remake de um jogo de 1992, chamado Fire Emblem: Gaiden. Com isso, muitas mecânicas mais modernas foram deixadas de lado em nome de uma ação mais direta e simples. A história acompanha dois exércitos diferentes, liderados por Alm e Celica. E o resto é basicamente sua aventura tradicional, impérios do mal e nomes difíceis de pronunciar.

Aqui não temos aquele velho sistema de pedra, papel e tesoura com as armas, nem a possibilidade de casar personagens. Mas apesar dos combates mais diretos, ainda existe a necessidade de muita estratégia. Seus soldados ficam cansados, e você deve alimentá-los ou então trocar personagens exaustos por outros. Mas nem tudo serve só pra aumentar a dificuldade, a Mila Wheel permite que você volte no tempo para tentar uma jogada novamente, ou evitar que alguém erre o alvo.

E uma outra novidade é que Alm e Celica podem explorar dungeons em 3D, atrás de tesouros ou dinheiro para melhorar seus equipamentos. E ocasionalmente enfrentar um dragão não muito amigável.

Deixe uma resposta