Thimbleweed Park, Rain World e Ringed City, 3 dos lançamentos da semana.

Lançamentos da Semana! 25/03 – 31/03

Mais uma semana passou, e mais lançamentos chegaram. Seja para PC, Xbox One ou PS4, tem coisa pra todos os gostos, inclusive temos um game brasileiro na área! Então, chega de papo e vamos ao que interessa!

Rain World (PS4, PC)

O Slugcat de Rain World é um dos destaques dos lançamentos

Você conhece o Slugcat? Bom, a gente também não, até conhecermos Rain World. O game mistura plataforma com sobrevivência onde você controla essa simpática criatura, que é ao mesmo tempo presa e predador. O slugcat é extremamente versátil, tanto em sua movimentação, quanto na capacidade de sobreviver a confrontos. Você pode saltar, rolar, escalar, se equilibrar em plataformas e ainda pegar objetos do chão para jogar em seus inimigos.

Além das outras criaturas, uma ameaça constante é a chuva que começa a cair com frequência. Caso você não ache um abrigo rapidamente para hibernar, que serve como checkpoint, não há chance de sobreviver. E ainda há o fato de que você precisa estar bem alimentado antes de poder parar para dormir, um belo incentivo à exploração dos cenários.

E falando em cenários, o visual de Rain World é fantástico, tanto pela pixel art dos cenários e personagens, quanto pelas animações. É tudo incrivelmente fluído e espontâneo!

Balistic Overkil (PC)

ballistic-overkill

E temos um jogo brasileiro na parada! Balistic Overkil é um shooter competitivo desenvolvido pela Aquiris Game Studio, inicialmente planejado para ser um game de browser, mas que ganhou uma versão na Steam. Com uma pegada meio “Team Fortress 2″Ballistic usa o sistema de classes, mas aqui, ninguém joga de suporte. Cada uma das 7 classes é baseada em diferentes formas de ataques. O Furioso, por exemplo, é especialista em combate a curta distância, enquanto o Sombra (não, não aquele do Ratinho) é capaz de ficar invisível enquanto corre.

Ao todo são 4 modos de jogo diferentes, seguindo aquela fórmula tradicional de captura de pontos, mata-mata e disputa de times. E o arsenal disponível é bem robusto. São 80 armas para você montar diversos loadouts diferentes para uma mesma classe, possibilitando se adaptar a vários estilos de jogo diferentes. E você ainda pode deixar seu arsenal bem mais colorido com as inúmeras skins que existem. Cada temporada trará caixas com skins de diversas raridades diferentes, e elas não precisarão de chaves para serem abertas. Caso não queira usar alguma, você ainda pode vender a nova skin no mercado da Steam.

Thimbleweed Park (Xbox One, PC)

Os agentes Rey e Reyes do lançamento Thimbleweed Park

Se você olhar para qualquer screenshot ou vídeo de Thimbleweed Park, poderia pensar facilmente que o jogo foi lançado no final da década de 80 e não deveria estar entre os lançamentos de 2017. E isso acontece em grande parte graças ao seu desenvolvedor, Ron Gilbert, que é o homem por trás de Maniac Mansion, Day of the Tentacle e os primeiros Monkey Island. Então se você é fã de adventures Point and Click clássicos, vai querer conferir o novo game.

A história acompanha 5 personagens diferentes: Os agentes do FBI Ray e Reyes, o fantasma (!) Franklin, Ransome, um palhaço e Delores, uma desenvolvedora de games aspirante que herda uma fábrica de seu tio na cidade de Thimbleweed Park. O lugar é atualmente uma cidade fantasma, mas o aparecimento de um cadáver faz essas 5 pessoas sem nada em comum, acabarem envolvidas na mesma história. O sistema é bem semelhantes aos primeiros point and clicks, com uma barra de ações como falar, usar e comer, que você usa em conjunto com diversos itens para resolver os puzzles que são apresentados.

MLB The Show 17 (PS4)

ortiz

Basebaaaall!! Ok, eu preciso ser sincero com vocês, esportes em geral nunca foram meu forte. E baseball é um dos que está na lista daqueles que eu mal faço ideia de como funciona. Então, aos fãs do esporte aqui no Brasil, já adianto as desculpas por qualquer escorregão.

Esta edição traz diversas novidades em termos de modos e profundidade no realismo. Uma delas é o sistema de “quirks” que dá características específicas para cada jogador. Um atleta pode ser especialista em home runs, enquanto outro se torna ainda melhor quando o time está perdendo. Além disso, alterações na física da bola criam mais possibilidades de jogadas, e também reações dos jogadores.

Além das modalidades já tradicionais nos simuladores esportivos, como carreira e gerenciamento de times, The Show 17 conta com um modo “retrô”. Mas ao invés de mudar os gráficos, o modo mistura o visual moderno com efeitos, câmera e uma jogabilidade semelhante aos games de baseball da década de 80 e 90, usando apenas um botão.

Dark Souls 3: The Ringed City (PS4, Xbox One, PC)

dark-souls-3

Além de todos games novos, temos o retorno de Dark Souls 3 na DLC que promete fechar toda a saga. O jogador será levado ao fim do mundo, na titular “Ringed City” ou Cidade Anelada na tradução, em busca da Dark Soul. Como é o encerramento da série, espere encontrar alguns rostos conhecidos pelo caminho.

Além de novos NPCs, existem também 21 novas armas, 6 feitiços, além de mais armaduras, anéis, inimigos e outros itens. Uma das reclamações dos jogadores em relação a Cinzas de Ariandel era a falta de chefes, e essa nova DLC aumenta o número, com 4 ao todo.

Deixe uma resposta