lancamentos26-09

Lançamentos da Semana! 25/09 – 01/10

Mais uma semana passou, e temos mais lançamentos para trazer até vocês. Alguns são games totalmente novos, outros são títulos já lançados, que ganharam ports pra novos consoles!

Forza Horizon 3 (Xbox One, PC)

Forza Horizon 3 (Lançamentos)
Forza Horizon 3 (Microsoft/Divulgação)

O grande destaque dos lançamentos desta semana, Forza Horizon 3, muda novamente de ares, dessa vez levando o jogador para a Austrália.  O mapa é sem dúvidas um dos maiores mapas na história da franquia, algo perto do dobro do tamanho do mapa de Forza Horizon 2. Neste cenário, há diversos tipos de ambientes, incluindo praias, florestas, o interior e os centros modernos da cidade. O jogo está recheado de conteúdo off-road, assim como o conteúdo das estradas, há uma quantidade enorme de ícones de eventos no mapa, e eles podem levar tranquilamente, mais de 100 horas para serem completados.

O novo Forza não deixou nada à desejar em relação aos seus predecessores, o título conta com um total de 350 carros totalmente customizáveis, dentre eles, diversos Buggies off-road e os clássicos Muscle Cars da Austrália, como por exemplo, o Sandman ’74. As opções de customização do veículo são ricas no quesito diversidade, tendo sido incluídas uma série de peças de Rally e Off-road para o seu carro, assim como a opção de customizar até o motorista que vai dirigí-lo.

E Falando em customização, ao contrário dos outros games da franquia, onde você era descrito como um novato no festival, você agora é o gerente! Isso mesmo, você controlará as decisões acerca do festival, se ele deve se mover, se ele deve expandir, ele é seu para fazer o que quiser com ele. Os eventos também poderão ser customizados ao seu gosto: Ambiente, música, tipo de evento, tipo de carro requerido, e o melhor, outros jogadores também poderão participar do seu evento. Existirá a opção de concorrer ao evento criado por você ou o evento que os desenvolvedores pré-programaram para aquela localização.

Forza Horizon 3 - Customização (Microsoft/Divulgação) (Lançamentos)
Forza Horizon 3 – Customização (Microsoft/Divulgação)

Outro aspecto interessante do game é o modo história, agora ele pode ser jogado em cooperativo com até 4 players. Sim, você não só poderá competir em eventos isolados, como poderá partilha a sua carreira com seus amigos, mas não se preocupe, caso você esteja jogando sozinho, poderá contratar os famosos “fantasmas” de seus amigos para jogar com você. Mesmo jogando a carreira cooperativa, o progresso é salvo e transferido para sua conta, ou seja, você não terá que completar a mesma missão duas vezes, mesmo se estiver jogando sozinho.

Lembrando que o título já faz parte do novo selo Play Anywhere da Microsoft, ou seja, você poderá ter o seu progresso partilhado entre um XBOX One e seu computador, caso adquira o jogo na loja digital da Microsoft, você ganhará sem custo adicional a cópia para o outro console, já atrelada ao seu usuário.


XCOM 2 (Xbox One, PS4)

XCOM 2 (Lançamentos)

Essa semana também tivemos o port para XBOX One e PS4 de XCOM 2. Excelente game de estratégia em turnos da Firaxis/2K.

XCOM 2 é a sequência direta do game de 2012, XCOM: Enemy Unknown. Após os acontecimentos do seu predecessor, nosso planeta foi dominado pelos aliens e agora vive sobre seu regimento. Cabe então ao protagonista levar os exércitos revolucionários à batalha contra a ditadura alienígena para libertar seu povo.

A maior diferença entre os dois títulos parte do princípio de que ao contrário do game anterior, você não está defendendo o seu planeta do ataque alienígena. Nesta continuação você atuará como o atacante, infiltrando bases inimigas afim de resgatar prisioneiros importantes ou para destruir suprimentos e equipamentos dos aliens, sendo assim, você começa cada fase com sua presença oculta, sem que os inimigos saibam que você está ali, dando à você alguns turnos para traçar a melhor estratégia de combate.

Algumas fases têm número de turnos limitados ou objetivos fortemente guardados, o que leva o jogador a assumir riscos por diversas vezes afim de conseguir completar seu objetivo. A cada turno as tropas se movimentam e podem lhe pegar de surpresa por alguma rota que a fog-of-war está ocultando, jogando toda a sua estratégia pelo ralo. Acredite, é mais frequente do que você imagina, portanto, nada de ficar 50 turnos preparando seus soldados na melhor posição, achando que em apenas 1 ataque certeiro você vai acabar com as tropas alien.

O game também leva você ao papel de comandante, tendo que gerenciar sua nave e todas as prioridades de pesquisa nela. Você pode construir prédios que melhorem a recuperação do seus personagens, ou um centro de treinamento para novos recrutas, as possibilidades são diversas, mas o espaço na nave é limitado, e você também precisa se preocupar com a energia consumida por ela.

Base XCOM 2 (Lançamentos)
Sua base em XCOM 2 (In-game/Firaxis/2K)

O game não perdoa muito os novos jogadores, a princípio, a dificuldade pode parecer meio assustadora e até desestimular alguns players. Você precisa não só lidar com a falta de recursos e comunicação com acampamentos da resistência, como precisa defendê-los e lutar contra o avanço do “AVATAR Project“, no qual os alienígenas vão construir sua máquina de guerra suprema e obliterar de vez a raça humana.


Darkest Dungeon (PS VITA, PS4)

Darkest Dungeon (Lançamentos)

E já que falamos em dificuldade, vamos ao terceiro e último game da nossa lista: Darkest Dungeon, que ganhou versões para PS4 e PS Vita. Imagine se a From Software resolvesse adicionar mais um jogo a série Souls, mas desta vez, com visual 2D e combates em turnos. Não é a descrição mais exata, claro, mas se aproxima bastante.

Neste Dungeon Crawler, você deve formar um grupo de quatro aventureiros, e desbravar diversas áreas de uma região, até chegar no “calabouço” que dá nome ao jogo, abaixo de uma mansão. A comparação com Dark Souls surge porque a dificuldade aqui também é alta, e a morte, uma companheira frequente na sua jornada. Você irá perder membros do seu time, e irá substituí-los com a mesma facilidade.

Existem 14 classes de personagem ao todo, com habilidades bem distintas, que inclusive, funcionam melhor ou pior de acordo com o posicionamento do herói. Isso faz com que você queira testar diversas combinações de personagens, e ajuda a dar variedade ao jogo. As formas de falhar também são inúmeras, com destaque para a mecânica de estress, que pode ter efeitos permanentes em um herói. Ao chegar no limite dela, é possível que um aventureiro reaja de maneira positiva, ganhando um boost temporário, ou negativa, ganhando alguma aflição permanente. Eles podem ser tornar corajosos ou perder a esperança, focados ou egoístas, e tudo isso vai afetar seu grupo como um todo.

Além de tudo isso, você ainda deve ficar atento à luz de sua tocha, e existe também uma mecânica inteira em torno dela. Quanto mais claro, menos estresse seus personagens ganham, porém, conforme a escuridão aumenta e os monstros ficam mais poderosos, você ganha mais tesouros ao derrotá-los e a chance de acertar danos críticos aumenta.

Tela do lançamento do port de Darkest Dungeon para PS4 e Vita
Darkest Dungeon (Red Hook Studios)

Os gráficos são bastante detalhados, e apesar de serem simples, as animações dão o peso necessário aos combates. Mas o destaque mesmo fica para a narração que acompanha sua aventura, extremamente bem escrita e dublada, aumentando ainda mais a ambientação obscura e tenebrosa de Darkest Dungeon.

Deixe uma resposta