Logo do programa de criadores da Nintendo

Nintendo encerra programa de criadores

O relacionamento entre a Nintendo e a internet tem sido, no mínimo, tortuosa. A última polêmica foi a investida da empresa contra sites de emuladores, que acabou em processos milionários e páginas famosas sendo retiradas do ar. Mas a BIG N finalmente trouxe uma boa notícia para os criadores de conteúdo online. O fim do programa de criadores!

Pra quem não sabe, o programa era um sistema em que os criadores de conteúdo dividiam os ganhos de seus vídeos com a Nintendo. Para isso, era necessário realizar um cadastro no programa e enviar os vídeos para aprovação da empresa. É claro que o programa não funcionou do jeito esperado, e a maioria dos canais preferiu deixar de produzir material relacionado a Nintendo. Sem falar que se você não fosse afiliado, ficava impossibilitado de monetizar o vídeo, ou ele era simplesmente tirado do ar. Nós mesmos aqui no Pixel já tivemos que lidar com isso.

Arte de divulgação de Super Smash Bros. Ultimate

Novas Regras

Com o programa encerrado, a Nintendo especificou novas regras, mais leves, para o uso dos seus jogos:

  • Você pode monetizar seus vídeos e canais utilizando os métodos de monetização especificados pela Nintendo. Outras formas de monetização da nossa propriedade intelectual com propósitos comerciais não serão permitidas. (Os canais permitidos pela Nintendo são: Facebok, Niconico Douga/Niconico Live, OPENREC.tv, Twitch, Twitter e YouTube)
  • Nós encorajamos a criação de vídeos que incluem seus comentários e inserções criatividas. Vídeos e imagens que contenham apenas cópias de conteúdos de Jogos Nintendo sem inserções criativas ou comentários não são permitidos. Você pode, contudo, postar vídeos de gameplay e screenshots usando sistemas da Nintendo, como o Botão de Captura do Switch, sem comentários adicionais.
  • Só é permitido usar conteúdo de Jogos da Nintendo que foram lançados oficialmente, ou materiais promocionais lançados oficialmente pela Nintendo. (trailers de produtos ou Nintendo Directs)
  • Se quiser usar a propriedade intelectual de terceiros, você é responsável por obter qualquer permissão necessária.
  • Não é permitido declarar ou implicar que seus vídeos são oficialmente afiliados ou patrocinados pela Nintendo.
  • Nós nos reservamos o direito de remover qualquer conteúdo que acreditarmos ser ilegal, inapropriado ou infringindo estas Diretrizes.

Estas são regras bem mais básicas, que a maioria dos criadores segue inclusive ao produzir vídeos de outras empresas. O terceiro ponto talvez tenha sido adicionado depois da recente polêmica de jogadores vazando imagens de Super Smash Bros. Ultimate. Como membros da comunidade de criadores, ficamos felizes por ver uma empresa grande como a Nintendo procurando uma nova forma de lidar com a internet. Talvez seja um sinal de que ela ainda pode voltar atrás na decisão dos emuladores.

Deixe uma resposta