Gabe Newell, fundador da Steam

Porque promoções na Steam são boas

Promoções na Steam. Aquele evento que provoca alegria e desespero ao mesmo tempo. Pra quem busca variedade em quais jogos tem disponível no PC é praticamente perder a virgindade a cada seis meses. Mas a ideia aqui é falar sobre como essas promoções são boas para todo mundo. Bom, exceto pro nosso autocontrole.

Louvado seja GabeN. Senhor supremo dos preços acessíveis de joguinhos.

Se você não joga no PC ou não sabe do que estou falando por outro motivo aqui está a explicação: Valve é a desenvolvedora de Half-Life, Team Fortress 2, Portal e DOTA 2. Ela também possui uma loja virtual chamada Steam, que organiza promoções de até 90% na maioria dos títulos disponíveis no catálogo. Apesar de sempre existir algum título em promoção as grandes promoções ocorrem geralmente duas vezes no ano: No Natal e no meio do ano.

Vamos eliminar o óbvio. Para consumidores, preços menores pelo mesmo serviço são sempre melhor. E para jogos, você pode vender cópias digitais a preços impossíveis fisicamente. Preço de embalagens, transporte e da mídia para colocar o jogo custam dinheiro. E enquanto a transmissão de dados pela Internet custa por megabyte, esse custo é muito inferior ao custo da versão física.

O problema aqui é que algumas distribuidoras (*cof* EA *cof*) estão falando que o valor das séries é comprometida pelas vendas realizadas pela Steam. Mais uma vez sou obrigado a discordar com a EA e dizer que o efeito é exatamente o contrário.

Em primeiro lugar, um número maior de pessoas vai jogar os jogos anteriores de séries que ainda estão ativas. Preços mais acessíveis dão oportunidades para pessoas que atualizaram seus PCs recentemente a jogar alguns clássicos que não podiam antes. Ou jogar títulos em séries de jogos que não tinha jogado ainda. Isso ainda gera receita para as empresas, receita que não seria gerada de outra maneira.

Ninguém vai comprar TODOS os jogos da série Assassin’s Creed no preço original. Melhor comprar uma casa.

Outro fato que que deve ser conhecido e entendido atualmente é que, no mundo do entretenimento, a melhor ferramenta de marketing é o produto em si. E em séries isso é verdade para os jogos anteriores. É por isso que séries de jogos são tão “seguras”. O pessoal conhece a obra anterior e estão confortáveis apostando em algo que já conhecem. Isso gera um problema com inovação nas indústrias chamadas de criativas (irônico, eu sei) mas não é importante para essa discussão. Parte do resultado de se comprar títulos anteriores da série é aumentar o número de pessoas que conhece e possivelmente comprarão os títulos seguintes. Preços menores, mais gente conhecendo a série de jogos, mais gente disposta a comprar um lançamento que faz o que a série vem fazendo bem.

Mais uma vantagem das promoções é permitir que o público considerado casual ou que não dedica tanto tempo ou dinheiro a videogames conheça títulos mais complexos e talvez se interesse a se dedicar mais ao hobby. Nível de dedicação a uma atividade não é fixa durante a vida, especialmente em hobbys caros como jogos. Sua renda afeta em parte o quão dedicado você pode ser. Preços menores ajudam mais gente a talvez investir mais.

Com preços bons assim e Humble Bundles é bem fácil ter uma biblioteca da Steam com mais de 500 jogos, não é? Pessoal?
Com preços bons assim e Humble Bundles é bem fácil ter uma biblioteca da Steam com mais de 500 jogos, não é? Pessoal?

E finalmente, a melhor razão para essas promoções é a possibilidade de testar e ajudar desenvolvedores indies comprando os jogos a preços ainda mais acessíveis. Aqui a lógica é a mesma que com as séries, mas no âmbito do mercado indie como um todo. Uma vez que as pessoas se interessaram pelo mercado indie no geral e alguns preconceitos são destruídos fica bem mais fácil vender outros títulos indies para essas pessoas. Experiência pessoal.

Aqui está uma entrevista com Jason Holtman, gerente de negócios da Valve afirmando que as promoções são positivas no geral, mas sem explicar exatamente porquê.

http://www.eurogamer.net/articles/2012-07-11-valve-counters-eas-steam-sales-cheapen-intellectual-property-accusation

As promoções da Steam já se tornaram tradição. Apesar dos truques e atividades que ela insere tangencialmente para atrair e interessar os consumidores ao longo da promoção mudem constantemente ela não demonstra intenção nenhuma de parar. Sem falar que as promoções são autorizadas nos percentuais que as desenvolvedoras e distribuidoras querem. Se essa prática fosse ruim os desenvolvedores autorizariam promoções tão agressivas? É, eu acho que não.

Deixe uma resposta