Personagem de PUBG usando um rifle

PUBG bane mais de 1 milhão de jogadores em janeiro

Ninguém gosta de lidar com cheaters. E pelos números, os jogadores de PUBG tem sofrido bastante com isso. De acordo com o Twitter do BattleEye, sistema anti-cheat do game, 1,044,000 jogadores foram banidos só no mês de janeiro! O tweet termina dizendo: “Infelizmente, os números continuam escalando”. Um sinal de que eles ainda estão preocupados com o número de trapaceiros online.

E para combater os cheaters, PUBG vai ganhar um update nos sistemas anti-cheat. A atualização vai ao ar hoje, e também deve afetar outros tipos de programa usado em conjunto com o game. Em um post no fórum oficial do Battlegrounds, foi explicado que o sistema focará em qualquer programa que altere de alguma forma os arquivos do jogo.

Comparação dos gráficos de PUBG com e sem ReShade
O ReShade fazia alterações nos arquivos do game para melhorar os gráficos, e por isso será bloqueado.

Isso significa que mesmo programas que não sejam usados para trapacear, também serão afetados. Um dos exemplos é o ReShade, usado apenas para melhorar os visuais do game. “Você não será banido por tê-lo em seu sistema, mas também não conseguirá mais jogar PUBG enquanto ele estiver instalado. Por favor desinstale o ReShade (ou qualquer outro programa bloqueado) e reinicie o jogo. Alguns jogadores também podem precisar reinstalar o PUBG”.

Outros programas inofensivos também podem cair no bloqueio. O autor do post explica que aplicativos de captura como o Shadow Play da NVIDIA podem acabar bloqueados. Mas eles pretendem lidar com isso o mais rápido possível. Se você descobrir algum outro programa bloqueado por engano, pode avisar os desenvolvedores através deste formulário.

Deixe uma resposta