Geralt e Siri em The Witcher 3

CD Projekt confirma: saga The Witcher não acabou

The Witcher 3: Wild Hunt foi um dos jogos mais épicos dessa geração, isso é inegável. O maior e mais importante trabalho da desenvolvedora polonesa CD Projekt Red até aqui, foi responsável por uma mudança no patamar na indústria. Um divisor de águas segundo a crítica e o público. A saga do bruxo Geralt, lançado nos games como uma trilogia, conquistou o mundo e teve seu final derradeiro no terceiro capítulo. Pelo menos por um tempo.

Uma entrevista recente de Adam Kicinski, CEO da CD Projekt, ao site polonês Parkiet, acendeu uma chama de esperança nos fãs do bruxão. Ao ser questionado sobre uma possível continuação, veja o que Kicinski respondeu: “Os primeiros três jogos foram por definição uma trilogia, por isso não podemos dar o nome ao próximo jogo de The Witcher 4. Isso não significa que vamos deixar o mundo de The Witcher, criado por nós ao longo de mais de 10 anos, que é amado e procurado pelos jogadores. É uma das duas franquias em que as operações futuras da companhia se vão basear.”

Novo Arco

Com essa afirmação, fica claro que a franquia The Witcher não está morta e pode retornar aos planos da empresa futuramente. Atualmente, a desenvolvedora está engajada no desenvolvimento de Cyberpunk 2077, ainda sem data oficial de lançamento. Como a trilogia de Geralt se encerrou no final do terceiro capítulo, podemos esperar algo como ocorreu com Mass Effect: Andrômeda, seguindo um novo arco com novos personagens? Talvez Ciri possa protagonizar seu próprio game? Infelizmente teremos que esperar (e muito) pelas respostas.

Deixe uma resposta